PROTESTO: Em Esperança multidão vai às ruas pedir novas eleições

BLOG DE WILLIAM SANTOS | 10/10/2012 11:44:00 AM | 0 comentários

O resultado das eleições do último domingo promoveu um levante na cidade Esperança- PB e principalmente na internet resultou numa grande manifestação pelas ruas do município e contou com mais de seis mil pessoas na tarde desta última terça-feira (9).

Intitulado “Deixa o Povo Votar”, levou as pessoas a protestaram com faixas, cartazes e os rostos pintados nas cores da bandeira municipal contra a forma que a justiça eleitoral do município de Esperança conduziu as eleições de 2012.
O protesto teve concentração na Praça da Cultura e aos gritos de “Fora Ditador e Justiça preste Atenção, Esperança quer novas eleições” seguiu até o Fórum Dr. Samuel Duarte, onde os manifestantes permaneceram por duas horas reivindicando um novo pleito eleitoral.
Entenda o Caso
O motivo da manifestação solicitando Novas Eleições partiu da decisão do TSE em cassar o registro de candidatura no último sábado (6) do então prefeito Nóbson Pedro de Almeida, que concorria à reeleição, tal feito gerou uma confusão na cidade, como também na cabeça dos eleitores.
Poucas horas depois, o então deputado Arnaldo Monteiro Costa também renunciara a eleição tendo em vista a acusação de captação ilícita de sufrágio zona periférica da cidade e que poderia impugnar também a sua candidatura.
Sem saída, os dois candidatos apresentaram de última hora Nilber Almeida para concorrer pelo (PSB) e Anderson Monteiro para concorrer pelo (PSC).
O Dia da eleição e a confusão
Na manhã no domingo (7), foi veiculada uma mensagem da Justiça Eleitoral assinada pela Juíza Lua Yamaoka Mariz Maia em carros de som e nas rádios Ban FM e Rádio Cidade Esperança AM. Na mensagem, estava a explicação da mudança na chapa dos dois candidatos a prefeito.
Segundo o advogado Alípio Bezerra a mensagem assinada pela juíza da 19ª zona eleitoral, veiculada nos carros de som e rádios causou dúvidas na população de Esperança. “Muita gente ficou sem saber se realmente os votos para Nilber seriam válidos” afirmou o advogado.
No final da mensagem, item 06 havia a seguinte redação: “Caso não haja deferimento do registro final de candidatura do Sr. Nilber Almeida, os votos dirigidos a este candidato serão invalidados, ou seja, nulos. Esse teria sido o ponto de maior repercussão no município de Esperança. Somente à tarde, uma nova gravação foi veiculada nas rádios com uma nova redação. Nessa gravação não havia a informação desse item.” Entretanto, acreditasse que 70% dos eleitores já havia ido às urnas escolher o seu candidato.
Da Editoria/Blog
Com Expresasopb

Category:

0 comentários