STJ adia julgamento sobre pedido de liberdade de Cachoeira

BLOG DE WILLIAM SANTOS | 5/15/2012 08:52:00 PM | 0 comentários


Pedido de vista do desembargador convocado Adilson Macabu interrompeu julgamento de habeas corpus do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.
Três ministros da Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) já haviam votado contra o pedido de liberdade. A ministra Laurita Vaz se declarou suspeita para o caso.

Cachoeira está preso desde o dia 29 de fevereiro quando foi deflagrada a Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.
Na semana passada, a Procuradoria Geral da República havia defendido em parecer a manutenção da prisão do empresário.
O pedido de liberdade também foi negado pelo TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região (Brasília).
Carlinhos Cachoeira foi preso preventivamente em operação que investigou suposta organização envolvida com exploração de jogos ilegais e em crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, contrabando, corrupção, peculato e prevaricação.
Ontem, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello autorizou pedido da defesa de Cachoeira e suspendeu o seu depoimento na CPI, que estava marcado para hoje.

Da Editoria/Blog
Com Folha de São Paulo

Category:

0 comentários